‘Pode ser que a renovação na política demore mais’, afirma João Amoêdo ao GLOBO

Candidato diz que principal desafio é tornar o partido mais conhecido


Aos 55 anos, o engenheiro João Amoêdo tenta ingressar na vida pública diretamente pelo cargo mais alto. Fundador do Partido Novo, o engenheiro, que atuou por três décadas no setor financeiro, diz que sua candidatura à Presidência da República visa tornar o partido mais conhecido.

Para tal, o primeiro desafio é conseguir espaço para falar para a população. Com apenas seis segundos na propaganda eleitoral gratuita e um comercial a cada cinco dias, o foco no momento é chegar a 5% nas pesquisas eleitorais, o que poderia levá-lo aos debates de TV.


Alinhado a uma agenda liberal na economia, Amoêdo faz questão de se apresentar como um “outsider” e não perde a oportunidade de criticar Jair Bolsonaro e Geraldo Alckmin pela associação com a “velha política”.

Comente esta matéria