Em debate pulverizado, poucas propostas

Lado a lado, oito candidatos à Presidência deram o tom morno ao primeiro debate da campanha eleitoral. Apesar de ataques mútuos, o alto número de participantes resultou em poucas propostas.

Questões de economia e corrupção foram usadas para expor fragilidades dos adversários. Geraldo Alckmin (PSDB) foi o mais questionado, em especial pelo leque de alianças com partidos do centrão e o apoio de seu partido a medidas do governo Michel Temer.

Fora do debate, o PT promoveu discussão paralela nas redes sociais, com carta de Lula. E os internautas descobriram o Cabo Daciolo (Patriota): ele foi o candidato que mais cresceu nas buscas digitais durante a noite.

Fonte: O GLOBO

Comente esta matéria