Bolsonaro anuncia 13° para beneficiários do Bolsa Família

O governo federal criou nesta sexta-feira o 13º salário para o Bolsa Família, que estava programado como meta nos 100 dias de governo, mas que ainda não tinha sido cumprida por falta de recursos.

O 13º do programa foi uma promessa de campanha do presidente Jair Bolsonaro e foi incluído nas metas dos 100 dias de governo. Em abril, no entanto, o governo disse apenas que a MP sairia a tempo de ser paga, em dezembro.

De acordo com informações do Ministério da Cidadania, o salário extra aos beneficiários do programa custará ao governo 2,58 bilhões de reais, liberados para o Orçamento do ministério com o aumento das receitas federais.

O 13º salário para o programa foi criado por medida provisória, assinada nesta terça-feira pelo presidente, em uma cerimônia no Palácio do Planalto. Em setembro, 13,5 milhões de famílias estavam no programa, recebendo benefícios médios de 189,21 reais.

De acordo com o ministério, o governo também está convocando mais de 5 mil ex-beneficiários do programa que teriam recebido recursos irregularmente. O governo cobra, no total, 5,8 milhões de reais dessas pessoas.

 

Comente esta matéria